Ter ou não ter um visto? Depende do seu destino para o exterior

3 minutos para ler

Planejar uma viagem internacional nos mínimos detalhes é um grande prazer. Porém, antes de começar a sonhar com os lugares exóticos, povos e culturas diferentes e toda a sorte de experiências enriquecedoras, um detalhe é fundamental: verificar se o destino internacional que você deseja conhecer exige, obrigatoriamente, o visto para turista. E não esqueça, isto inclui até mesmo as eventuais escalas até chegar ao local escolhido.

O passaporte brasileiro é aceito em 150 localidades – como Mercosul e União Europeia – desde que o visitante limite sua estada por 30, 60 ou 90 dias. Entretanto, para o restante, como Estados Unidos e Canadá, é preciso requerer e retirar a permissão com antecedência, já que o prazo varia de país para país. Para saber se há ou não a necessidade, é fundamental consultar embaixadas e consulados do destino escolhido.  Alguns países solicitam outras comprovações, como a carteira de vacinação atualizada, por exemplo. Para liberar o visto, as autoridades estrangeiras podem pedir certificados de hospedagem, cartas-convite, comprovantes do objetivo da viagem e até as passagens de retorno ao Brasil.

Fique atento também a data de expiração do passaporte. Cada nação determina um tempo mínimo de validade para o documento e pode negar a entrada no país, mesmo que o visto esteja dentro do prazo. Aproveite para conferir todas as recomendações e evitar surpresas desagradáveis.

É bom lembrar que essas regras se referem exclusivamente para o visto de turista. Se a finalidade da viagem for para trabalhar ou estudar, é importante solicitar o visto específico para tanto, caso contrário o passageiro pode ser detido e deportado.

Saiba aqui onde você pode entrar sem exigência de visto:

África do Sul, Alemanha, Andorra, Antilhas Francesas, Argentina, Áustria, Bahamas, Barbados, Bélgica, Bolívia, Bósnia, Guiana, Bulgária, Chile, Colômbia, Coréia do Sul, Costa Rica, Croácia, Dinamarca, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Filipinas, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Guatemala, Honduras, Holanda, Hong Kong, Hungria, Irlanda, Islândia, Israel, Itália, Liechtenstein, Luxemburgo, Malásia, Marrocos, México, Mônaco, Namíbia, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paraguai, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Rússia, San Marino, Sérvia, Suécia, Suíça, Suriname, Tailândia, Trinidad e Tobago, Tunísia, Turquia, Ucrânia, Uruguai, Vaticano e Venezuela.

Já para esses destinos é preciso providenciar o documento de permissão de entrada no país:

Afeganistão, Argélia, Armênia, Angola, Austrália, Bangladesh, Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Camarões, Camboja, Canadá, Catar, China, Congo, Cuba, Egito, El Salvador, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, Etiópia, Gabão, Gana, Índia, Irã, Iraque, Indonésia, Japão, Jordânia, Líbano, Laos, Mali, Moçambique, Nepal, Nigéria, Quênia, República da Guiné, São Tomé e Príncipe, Vietnã e Tanzânia

Está com dúvidas? Não deixe de consultar o Ministério do Exterior (Itamaraty), órgãos estrangeiros e seu consultor de viagens Montreal. Eles vão lhe dar todo o suporte e informação para você curtir as férias dos seus sonhos.

 

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.